Policiais desarticulam ponto de venda de droga próximo à escola

8

Um homem envolvido com o comércio de entorpecentes em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil. Com ele foram apreendidas diversas porções, entre maconha e cocaína. O  suspeito de 29 anos foi autuado em flagrante pelo crime de associação para o tráfico.

 

Durante trabalho investigativo os policiais civis receberam denúncia de tráfico nas proximidades de uma escola, razão pela qual o local passou a ser monitorado.

 

Foi identificado o primeiro suspeito, de 22 anos, sendo na casa deste constatada movimentação intensa de pessoas entrando e saindo rapidamente do local.

 

No endereço a equipe verificou-se que muitos veículos chegavam e logo iam embora. O morador atendia as pessoas no portão da casa, bem como ficava observando o entorno atento à alguma situação estranha.

 

Com base nos indícios característicos de venda de entorpecentes, foi montada vigilância e avistado o momento em que o morador após atender algumas pessoas, foi até um  bar próximo, onde ao chegar várias pessoas o cercaram para pegar algo.

 

Logo que retornou para sua residência ele foi abordado junto com outro suspeito, os quais ao perceberem a presença dos policiais jogaram vários pacotes de droga e correram para o quintal, pulando o muro.

 

Dentro da residência os policiais civis abordaram outro indivíduo de 29 anos, o qual estava escondido embaixo da cama. No interior do imóvel foi apreendida balança de precisão, além de 50 porções de pasta base de cocaína, 12 porções de maconha, entre outros objetos.

 

Questionado o rapaz alegou que estava na casa para “levantar” uma grana embalando os entorpecentes, cortando e pesando as porções, bem como toda droga encontrada pertencia ao morador que conseguiu escapar.

 

O suspeito de 29 anos foi conduzido junto com todo material apreendido até à Delegacia de Confresa, interrogado e autuado em flagrante pelo crime de associação para o tráfico. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

As diligências continuam com objetivo de localizar os outros suspeito envolvidos.

Fonte: Mídia News

Comentários estão fechados.